Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Da Redação Integrada do Você Decide 2014
Em 29/09/2014
vcd
Em meio à disputa entre Apolo Heringer (Rede) e Júlio Delgado (PSB) pela candidatura do PSB ao Governo de Minas, um nome inesperado pelos analistas políticos surgiu e assumiu a chapa: Tarcísio Delgado.

Ex-prefeito da cidade de Juiz de Fora e pai de Júlio Delgado, o candidato foi o sabatinado do último sábado (20) do Você Decide 2014: Sabatinas, programa realizado pela TV Barbacena, Barbacena News, mynextzone e São João Agora. Delgado estava em Juiz de Fora e foi sabatinado por telefone.

ASSISTA ABAIXO A SABATINA NA ÍNTEGRA:



Leia esta matéria no mynextzone.com
Assista a sabatina no YouTube

A sabatina

"Quem prometer projetos efetivos na campanha, está mentindo". Foi com essa frase que Tarcísio Delgado começou a responder a primeira pergunta da sabatina, justamente sobre o projeto de desenvolvimento efetivo do candidato para Minas Gerais. "Hoje, o processo social está muito rápido. E o que é problema muito importante hoje, daqui há um mês não é mais", disse.

Sobre educação, ele propôs que haja uma renegociação de verbas para a melhoria da educação no Estado. Delgado criticou a Lei 100, dizendo que é um resultado do "desmando governamental de anos".

"Ao invés de fazerem concurso para admitirem os profissionais, eles foram e admitiram politicamente, com politicagem, os professores e agora criaram um problema com a Lei 100, porque ela é constitucional", completou. O candidato do PSB também afirmou que a educação pública em Minas é "a vergonha das vergonhas". Ele também atacou a campanha de Pimenta da Veiga (PSDB): "O candidato faz cortesia com o chapéu dos outros, porque a educação fundamental é de competência dos municípios. O Estado vem acessoriamente, só ajuda em alguma coisa".

Falando sobre as estatais mineiras, Delgado disse que vai reavaliar as tarifas da CEMIG e da COPASA. Ele também disse que CEMIG e COPASA têm "as tarifas mais caras do Brasil" e que a "CEMIG impede a industrialização do Estado", porque a empresa teria "a tarifa mais cara do Brasil". Sobre turismo, o candidato do PSB disse que a área será prioritária no Governo e pontuou que, em Minas Gerais, o turismo não é devidamente explorado.

Tarcísio Delgado disse que trabalhará, na área de saúde, com um projeto semelhante ao Programa Saúde da Família, do Governo Federal. Com o nome "Médico de Família", o programa ajudaria a reduzir as filas nos hospitais e postos de saúde.

Ele também criticou a segurança pública, dizendo que a queda de Minas Gerais no ranking de competitividade dos estados brasileiros, divulgado pela revista inglesa "The Economist", foi causado pelo aumento da insegurança no Estado. Para reverter esse quadro, ele disse que seu governo mudará métodos e processos da segurança pública no Estado e aumentar o número de policiais militares em Minas.

Nas considerações finais, Delgado disse que é candidato para fazer diferente. "Sai o João, entra o Antônio. Entra o Antônio e sai o João, e fica isso aí, e não muda nada, na verdade", completou.

0 comentários:

Postar um comentário

Tempo